O que é Metaverso?

O metaverso é o conceito de um ambiente virtual completamente imersivo, ou seja, busca fazer a integração entre o mundo real e virtual com o auxílio de tecnologias diversificadas, como a realidade virtual e realidade aumentada.

 

O novo universo visa trazer avatares e simulações 3D para conectar e aproximar pessoas ao redor do mundo pela internet.

 

Atualmente a internet já tem um papel muito importante no cotidiano da sociedade, mas a chegada do metaverso promete revolucionar a forma como as pessoas se comunicam, se relacionam, aprendem, vivem experiências e até mesmo consomem.

 

Essa integração dos dois mundos vai permitir coisas inimagináveis que nem mesmo a tecnologia existente é capaz de suportar, mas as empresas já estão dando seus primeiros passos em busca da criação de maior acessibilidade a um universo que pode ser um mercado trilionário nos próximos anos.

 

Quer entender mais como funciona esse mundo do metaverso? Veja abaixo o que você vai aprender neste conteúdo!

 

De onde e quando surgiu o metaverso? 

A primeira vez que o metaverso apareceu foi em 1992, em um livro de ficção científica do escritor Neal Stephenson. A partir daí, surgiram outras obras, como o livro “Ready Player One” que também teve a sua adaptação para o cinema pelas mãos de Steven Spielberg.

 

No entanto, o metaverso não ficou somente nos livros de ficção científica e algumas empresas já deram start nessa ideia logo no início dos anos 2000, mais aproximadamente em 2003, com a chegada do jogo Second Life, da Liden Lab.

 

O jogo fornece um ambiente virtual em 3D de simulação da vida real em que os jogadores podem criar seus avatares e interagirem entre si.

 

Mesmo ainda no início, o Second Life é um gostinho do metaverso, que ainda existe, mas já foi superado por outros jogos mais recentes que fazem muito sucesso online.

 

Estes jogos podem ser baixados até mesmo aí no seu celular, onde você cria seu avatar, participa de missões e eventos com seus amigos, constrói um ambiente personalizado e interage com o seu grupo.

 

Alguns dos jogos mais conhecidos que dão um gostinho do conceito do metaverso e fazem bastante sucesso, principalmente entre os mais novos são Roblox, Minecraft e Fortnite.

 

Mais abaixo você vai entender como esses jogos podem servir muito mais do que o entretenimento e já estão criando uma verdadeira revolução.

 

Como funciona o metaverso? 

 

A segunda imagem do conteúdo é a foto de uma pessoa no quarto, vivendo uma experiência imersiva referência ao metaverso.

O metaverso funciona como uma imersão no mundo virtual por meio das tecnologias desenvolvidas. Na sua forma mais crua, como os jogos já existentes, as pessoas criam seus avatares e participam de jogos, atividades e eventos dentro de um universo virtual.

 

Essas por enquanto, são somente atividades de lazer e entretenimento, com o objetivo de fazer os jogadores se divertirem com seus amigos mesmo que eles não estejam no mesmo ambiente.

 

No caso do Fortnite, por exemplo, já aconteceram shows de artistas famosos como Travis Scott e Ariana Grande em que a plateia virtual é feita de avatares de jogadores do game.

Mas será que é só isso que dá para fazer com o metaverso? 

A ideia é que o metaverso consiga ser muito mais amplo e faça realmente uma enorme diferença na forma como a sociedade vive. Isso muda tudo, até mesmo a forma como as pessoas aprendem.

 

Isso porque é possível que um aluno, por exemplo, tenha contato com professores de todos os cantos do mundo, em um ambiente virtual, por meio de hologramas e realidade aumentada.

 

Então, imagine uma internet completamente reinventada. A ideia do metaverso não é você utilizar mais uma loja online acessando um site e olhando os produtos pela tela de um computador.

 

O metaverso quer permitir que você visite essa loja em um ambiente virtual e tenha um contato mais próximo com o produto, possa ter noção das suas dimensões e tenha uma experiência imersiva antes de tomar a sua decisão de compra.

Ou seja, a construção desse novo universo é o futuro de internet!

Qual o cenário do metaverso no Brasil?  

O Brasil geralmente acompanha as tendências mundiais quando o assunto é o metaverso.

 

Isso acontece porque, como tudo é feito no ambiente virtual, é possível que o brasileiro tenha acesso ao que está sendo produzido e lançado para teste neste novo universo.

 

No entanto, ainda existem alguns obstáculos para o bom desenvolvimento do metaverso no Brasil.

 

Algumas tecnologias, que já não são acessíveis lá fora, podem ser ainda mais caras por aqui e vão impedir que o metaverso avance no quesito imersão.

 

Alguns equipamentos como sensores e óculos de realidade aumentada podem ter o preço muito além do que a média salarial do brasileiro pode pagar.

 

Ainda assim, existem projetos promissores por aqui que chamam atenção e colocam o metaverso em evidência.

 

Isso porque são projetos que exploram outros recursos deste conceito, indo além do entretenimento e promovendo uma imersão e interação coletiva no mundo virtual que revolucionam as áreas de aprendizado, por exemplo.

 

O Minecraft é o palco de um dos projetos mais interessantes que utilizam o conceito do metaverso.

 

Existe um curso preparatório do ensino fundamental ao ENEM em que os estudantes entram no Minecraft e assistem aulas pelo jogo, o que torna a experiência muito mais interessante e o aprendizado flui melhor.

 

A ideia foi desenvolvida pela Universidade CraftSapiens, com a ideia de proporcionar um ensino gamificado, vale a pena dar uma conferida.